O uso de Aminofilina contra a celulite pode causar efeitos colaterais perigosos

Falaremos hoje sobre o mito de que o medicamento Aminofilina, normalmente prescrito para casos de asma, seria eficaz no combate à celulite.

Há um vídeo publicado no site Webmd.com no qual foi feita uma comparação entre os resultados do uso da Aminofilina e de um hidratante comum na celulite instalada nas pernas.

O vídeo possui informação útil, mas comete um erro ao assumir que todas as mulheres que procuram acabar com a celulite também desejam emagrecer. A celulite é um problema que afeta tanto pessoas acima do seu peso ideal quanto aquelas que estão em boa forma.

O que incomoda nem sempre é o número na balança, mas sim o aspecto de casca de laranja que a celulite deixa na pele. Os cremes ou loções que têm como objetivo reduzir medidas não são o que as mulheres que sofrem com a celulite desejam, já que eles não têm como objetivo melhorar a textura da derme.

Especialistas no assunto ainda não chegaram a um consenso sobre o que pode melhorar a celulite

Até mesmo os pesquisadores que estudam a Lipodistrofia Ginoide (nome científico para a celulite) se confundem sobre suas causas e quem ela afeta. Por isso, é necessário prestar muita atenção ao que usamos em nosso corpo, mesmo que sejam substâncias administradas de forma externa, como as presentes em loções hidratantes.

De acordo com a bula da Aminofilina no site Medicinanet.com.br, a substância “está indicada no tratamento e profilaxia da asma brônquica, aliviando a sensação de falta de ar e melhorando a função pulmonar. Previne a asma induzida pelo exercício físico.” Ou seja, não há nenhuma indicação de que ela seja eficaz contra as ondulações da pele.

A Teofilina, medicamento ainda mais forte e também divulgado como componente de cremes anticelulite, é um bronco dilatador utilizado para preparar a Aminofilina para pacientes asmáticos. Seus efeitos colaterais incluem diarréia, vômitos e náuseas, e em altas doses pode causar arritmias.

Para conseguir o efeito desejado, evitar gastos desnecessários e proteger a sua saúde, é importante prestar atenção nas seguintes questões:

  • Apesar de serem divulgados como substâncias seguras, medicamentos utilizados para fins estéticos não deixam de causar efeitos colaterais. Muitas vezes os casos mais sérios são ocultados, ou ficamos sabendo apenas depois que o pior tenha acontecido.
  • Às vezes, com o objetivo de tornar a produção mais barata, os laboratórios usam doses muito pequenas do medicamento. Mas nem sempre as empresas são claras quanto à quantidade incluída, é importante ler o rótulo e pesquisar sobre o que está descrito ali sempre que possível.
  • Há ainda empresas que simplesmente não incluem o princípio ativo na fórmula, apesar de o adicionarem à lista de ingredientes no rótulo. Você então irá comprar um produto caro (já que ele supostamente possui os medicamentos citados) e não vai alcançar os resultados desejados. Na verdade, você não obterá o que foi prometido de qualquer forma, uma vez que essas substâncias não vão acabar com as granulações nas coxas e quadris.

Portanto, fique atenta ao que é divulgado. Muito do que é vendido como solução, na verdade não possui eficácia nenhuma, além de ser perigoso à saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *